Artigo/Notícia

Pastoral da Criança presta serviço às comunidades indígenas em Guaíra

A Pastoral da Criança, sempre fiel à sua missão de “promover o desenvolvimento infantil, à luz do Evangelho, reforçando a opção pelos pobres, desde o ventre materno até os seis anos, contribuindo para que famílias e comunidades realizem sua própria transformação, por meio de orientações básicas de saúde, nutrição, educação e cidadania, fundamentadas na mística cristã que une fé e vida”, presta importante serviço junto às comunidades indígenas no município de Guaíra.

Ultimamente tem ganhado destaque nas mídias locais e nacionais a movimentação dos índios na nossa região diocesana por conta de seus manifestos por conta da suspensão do processo da demarcação de terras. O clima tenso do movimento não impede que a ação caritativa de líderes da Pastoral da Criança chegue até as aldeias.

Atualmente o município guairense conta com nove tribos do povo Guarani sendo estas constituídas por uma média de mil pessoas. Dentre as ações realizadas pela Pastoral da Criança estão a pesagem e a Celebração da Vida.

O trabalho da Pastoral da Criança hoje configura a única presença formal da Igreja Católica dentro do contexto de comunidades indígenas e povos tradicionais na Diocese de Toledo. A Cáritas Diocesana, em fase de organização, conta com a ajuda desta importantíssima pastoral para marcar presença cada vez mais efetiva dentro dessas comunidades, buscando amenizar os conflitos e ser o rosto do Cristo que está junto do povo que sofre.

No registro, o amigo leitor confere o trabalho da Pastoral da Criança nas tribos Tekoha Marangatu e Tekoha Tenonde Nepyrum.